25.500 pessoas no 45º Festival de Inverno de Itabira

FCCDA/divulgação

“Por que motivos as crianças, de modo geral, são poetas e, com o tempo, deixam de sê-lo?”. Essa inquietação levou o itabirano Carlos Drummond de Andrade a escrever, em 1974, para o Jornal do Brasil, a crônica “A Educação do Ser Poético”, que reflete sobre o nosso modelo de ensino e a importância das artes na formação das pessoas. Inspirados pelas palavras drummondianas, a Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) promoveu, entre 13 e 28 de julho, o 45º Festival de Inverno de Itabira, que contou com um público estimado de 25.500 mil pessoas.

Com o tema “Semear… Ser Poético”, o evento teve como um de seus principais focos o público infantil, permitindo que as crianças de Itabira se aproximassem ainda mais das manifestações artísticas. Na programação, houve contações de histórias com a Cavallieri Escola de Música, Chuva de Histórias, Irene Mitsui Tanabe e Maria Beatriz Myrrha; teatro infantil com Grupo Girino e Cyntilante Produções; e show para a criançada com o grupo Pé de Sonho, capitaneado pelos músicos Weber Lopes, Geovanne Sassá e Kristoff Silva.

Além disso, o 45º Festival de Inverno de Itabira se destacou por descentralizar a sua programação e levar atividades para a zona rural — como Ipoema, Mata do Limoeiro, Senhora do Carmo, Serra dos Alves, Campo Gordura e outras comunidades — e bairros periféricos, a exemplo do Pedreira do Instituto e Gabiroba. Esses espaços receberam oficinas, teatro, contações de histórias, exibições de cinema e apoio cultural à tradicionais eventos locais, como a Roda de Viola e Quadrilha Serra dos Alves.

Tudo isso sem deixar de ocupar espaços tradicionais do Festival de Inverno de Itabira. Teatro, Galeria e Foyer da FCCDA, Casa do Brás, Casa de Drummond, Fazendo do Pontal, Memorial Carlos Drummond de Andrade, Concha Acústica, praça do Centenário e praça do Areão, por exemplo, foram palcos para as mais diversas atrações artísticas. Todas elas gratuitas e abertas ao público em geral.

Por esses espaços passaram artistas nacionais como Sandra de Sá, Derico, Orquestra Opus, Banda de Pau e Corda, Supercombo e João Paulo Lorenzon, que estrou nacionalmente em Itabira a peça “Van Gogh – A Sombra do Invisível”. Assim como importantes nomes da cultura regional e local, como DR80, Helder Moreira, Red Hot Chili Peppers World Tribute, Cia. Itabirana de Danças Clássicas, Stevan Gaipo, Grupo Folclórico Tumbaitá, Orquestra Big Band Funcec, Contra Correnteza, Thiago SKP, Manu Máfia NVS, Nandy Xavier, Karlo, dentre outros.

Encerramento
Exemplo dessa diversidade cultural foi o encerramento do 45º Festival de Inverno de Itabira. O domingo, 28 de julho, começou com uma série de atividades infantis que levaram um bom público para aproveitar o dia na praça do Areão. Lá aconteceram contações de histórias com Maria Beatriz Myrrha e Marcos Albricker, além de brincadeiras promovidas pela equipe da Biblioteca Pública Municipal Luiz Camillo de Oliveira Netto.

Já no final da tarde, o Teatro da FCCDA ficou lotado para o espetáculo infantil “O Soldadinho de Chumbo”, com Cyntilante Produções. À noite, a praça do Areão recebeu as últimas apresentações. O projeto Itabiranos em Cena — formado por Ana Moreira, Ângela Inácio, Cléber Reis, Dênio de Oliveira, Juninho Ibituruna, Nonoca, Rafael Formiga, Raiene Silva, Romário Araújo e Tatá — promoveu uma homenagem ao samba com o show “De Beth a Cartola”. Logo depois, a Orquestra Opus, Derico e Sandra de Sá promoveram uma apresentação inesquecível para encerrar com brilho o 45º Festival de Inverno de Itabira.

Oficinas
Com 18 oficinas gratuitas em sua programação, a 45º Festival de Inverno de Itabira permitiu ao itabirano vivenciar experiências em atividades relacionadas ao teatro, brincadeiras, artesanato, poesia, fotografia, literatura, maquiagem, contação de histórias, canto, musicalização infantil, dança, instrumentos musicais, meditação e oratória. Ao todo, 220 pessoas participaram dos cursos.

Exposições
As exposições inauguradas durante o 45º Festival de Inverno de Itabira seguem abertas para visitação do público. Na Casa de Drummond, o itabirano poderá conferir até outubro a mostra “Na Casa do Pai – Vida e Obra de Maria Julieta Drummond de Andrade”, que apresenta o trabalho e cotidiano da escritora Maria Julieta Drummond de Andrade — filha do poeta Carlos Drummond de Andrade. A pesquisa e concepção é de Neide Barbosa.

A exposição “Na Casa do Pai – Vida e Obra de Maria Julieta Drummond de Andrade” pode ser visitada de terça a sexta-feira, de 8h às 18h; e nos sábado, domingo e feriados, de 10h30 às 16h30. É cobrada uma taxa de R$ 2 para entrar no Ponto de Cultura.

Já o Foyer da FCCDA abriga a exposição “Mundo Imaginário dos Bonecos”, que conta a trajetória artística de dez nos do Grupo Girino, especializado no Teatro de Bonecos e no Teatro de Sombras. A mostra pode ser conferida gratuitamente até o dia 20 de agosto, de terça a sexta-feira, de 8h às 18h.

Na Fazenda do Pontal pode-se visitar a exposição “Poetizando a Fotografia”, que apresenta os trabalhos fotográficos produzidos durante oficina de mesmo nome durante o 45º Festival de Inverno de Itabira. A mostra poderá ser conferida até o dia 31 de agosto.

Doações
Para assistir às atrações do 45º Festival de Inverno de Itabira que aconteceram na Concha Acústica foi necessário fazer a doação de leite. Com essas atividades foram arrecadados 1.228 litros de leite, que serão repassados para o Banco de Alimentos da Secretaria Municipal de Agricultura, que os repassará para instituições cadastradas no município.

Além disso, para acompanhar as apresentações que aconteceram no Teatro da FCCDA, foi preciso fazer a doação de um livro infantojuvenil. Com isso, foram arrecadados 1.231 exemplares que serão incorporados ao acervo da Biblioteca Pública Municipal Luiz Camillo de Oliveira Netto e utilizados em projetos de extensão da FCCDA.

O 45º Festival de Inverno de Itabira é uma realização da FCCDA e Prefeitura Municipal de Itabira e conta com patrocínio Vale e apoio da Unimed, Origami Propaganda, Estância do Sol, Coletivo Viravoltear, Instituto ITI, Meet – Restaurant e Lounge, Hotel Pousada Água Santa, Feito por Nós – Lanchonete e Doceria, Restaurante Chico Savassi, Tia Eliana, SP Comunicação, Job Hotel e Italoc.