Vale informa sobre o deslizamento de talude da Mina de Gongo Soco

A Vale informa que identificou ao longo da madrugada desta sexta-feira, 31/5, o desprendimento de fragmentos do talude norte da cava da Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG). Esses blocos se acomodaram no fundo da cava. As primeiras avaliações indicam que o material está deslizando de forma gradual, o que até o momento corrobora as estimativas de que o desprendimento do talude deverá ocorrer sem maiores consequências.

A cava e a barragem Sul Superior, que fica a 1,5 km da mina, seguem com monitoramento 24 horas por dia de forma remota, com o uso de radar e estação robótica capazes de detectar movimentações milimétricas, além de sobrevoos com drone. A barragem está em nível 3 desde 22 de março e a Zona de Autossalvamento (ZAS) já havia sido evacuada preventivamente em 8 de fevereiro.

A Vale reitera que manterá a comunidade de Barão de Cocais informada da situação.

Fonte: Vale 

Matérias relacionadas: 

Itabira terá em julho o maior simulado já realizado no Brasil

Bombeiros em alerta e talude continua descendo cerca de 21cm 

Gongo Soco: Senadores são recebidos pelo Ministério Público MG

Possibilidade de ruptura de barragem será discutida na ALMG 

Bombeiros Militares fizeram operação em Barão de Cocais 

Vale deve resgatar animais em Barão 

Executivos estariam blindando Vale em caso de Brumadinho 

Adiado o simulado de evacuação em Itabira 

Reunião técnica discute implantação do PAEBM

Itabira terá simulado de rompimento de barragens em 29 de junho

Vale realiza teste de Sirene na Barragem Santana

Defesa Civil de Minas se reúne com membros da Prefeitura de Itabira

MP e Vale firmam acordo para auditoria independente nas estruturas da Mina Cauê