Bombeiros em alerta e talude continua descendo cerca de 21cm

Nesta segunda-feira (27) as informações são que o deslocamento do talude da Mina Gongo Soco em Barão de Cocais aumentou para uma movimentação de 21 centímetros, e mesmo a previsão da Mineradora Vale ter errado quanto ao rompimento (entre 19 e 25 de maio), os trabalhos das equipes continuam em alerta máximo principalmente por parte do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais que mantêm grande efetivo na cidade.

A ANM (Agência Nacional de Mineração), informou que o deslocamento em alguns pontos isolados subiu de 20 centímetros/dia, para 21 cm/dia, praticamente o dobro do ritmo que era 10 cm por ano.

Ocorrendo uma deformação na porção inferior do talude norte, era de 15,8 centímetros/dia no domingo e hoje chega a 17,8 cm.

As operações por parte do Corpo de Bombeiros se mantêm com um efetivo de 22 militares e oito viaturas. Destas viaturas se mantêm os Bombeiros em motos realizando as visitas, monitoramento e orientação nas escolas.

Obras – De acordo com informações vários operários desembarcaram em Barão de Cocais para iniciar os trabalhos na construção do barramento – muro – o local fica seis quilômetros de distancia abaixo da barragem Sul Superior.

As informações não foram confirmadas pela Mineradora Vale, mas alguns trabalhadores disseram que o muro de concreto teria cinco metros de profundidade, 13 de altura, 10 metros de largura e sua extensão seria toda a largura da vala onde seria construída, cerca de 400 metros. Mas o intuito seria reter o rejeito, para evitar que atinja o Rio São João.

A terraplanagem no local teria começado no dia 18 e a área já estava pronta e esperando os trabalhadores da obra civil chegarem.

Em tempo – Operação Barão de Cocais: as atualizações da situação do talude, de acordo com informe do Corpo de Bombeiros, seguem no deslocamento médio de 158mm, desde a atualização, até por volta das 18h de domingo (26).

Os Bombeiros realizaram o Debrifing de domingo que ficou da seguinte forma: 01 – Não houve acidentes/incidentes. 02 – Foi acompanhado as obras para redução da velocidade de deslocamento dos rejeitos em caso de ruptura. 03 – Militares realizaram simulado de deslocamento para pontos pré estabelecidos para atuação. 04 – Militares realizaram orientações sobre os procedimentos de segurança a serem adotados em caso de rompimento da barragem junto à população em geral. 05 – Foi dado continuidade nos testes do aplicativo GeoPointer com a plotagem da localização do Hospital de Barão de Cocais, locais de posicionamento dos militares em caso de acionamento. 06 – Há previsão de troca do efetivo do BEMAD no dia 27/05.

“Os serviços transcorreram sem alterações, mas todo o efetivo de Bombeiros Militares deslocado para o evento se mantêm em alerta 24 horas/dia”, foi o que informou o Tenente Coronel Alexsandro Carlos de Oliveira Nunes, Comandante do 11*BBM.

Matérias relacionadas: 

Possibilidade de ruptura de barragem será discutida na ALMG 

Bombeiros Militares fizeram operação em Barão de Cocais 

Vale deve resgatar animais em Barão 

Executivos estariam blindando Vale em caso de Brumadinho 

Adiado o simulado de evacuação em Itabira