MP e Vale firmam acordo para auditoria independente nas estruturas da Mina Cauê

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) e a Vale firmaram, na semana passada, termo de compromisso para a elaboração de auditoria técnica independente de todas as estruturas da Mina Cauê, em Itabira (MG). Entre as estruturas, estão o Sistema Pontal e a barragem Santana.
.
A empresa AECOM será a responsável pela realização desta auditoria técnica e terá como atribuições a verificação da atual condição de segurança e estabilidade das estruturas e o acompanhamento da implementação de eventuais medidas adicionais de reparo e reforço.
A empresa auditora também acompanhará a elaboração e revisão dos Planos de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM) e dos Planos de Segurança de Barragens (PSB) dos diques e barragens da Mina Cauê.
.
Importante destacar que a atuação da AECOM é independente e complementar à auditoria técnica contratada pela Vale para a elaboração do Relatório de Inspeção Regular de Segurança das estruturas, emitido em março de 2019, conforme Portaria DNPM nº 70.389/17.
.
Esse termo de compromisso contempla parte dos pedidos formulados nas Ações Civis Públicas (ACPs) nº 5000406- 54.2019.8.13.0317 e 5000402-17.2019.8.13.0317.
.
Estruturas da Mina Cauê
A Mina Cauê da Vale, localizada em Itabira (MG), abrange um conjunto de diques e barragens de rejeitos, sedimentos e água. Fazem parte desta unidadeoperacional o Sistema Pontal e as barragens Santana, Cemig l, Cemig ll, Piabas, Jirau e Alcindo Vieira.